Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \24\UTC 2010

Homenagem a Ilha da Madeira

Como alguns dos meus leitores sabem, a família do meu pai é da Ilha da Madeira. É uma ilha minúscula de 750km2, metade da cidade de São Paulo, 250.000 habitantes e que fica próxima a Costa Africana, a 1.000km de Lisboa.

Uma ilhota no meio do Atlântico

Eu tenho o sonho de ir mergulhar por lá, como dito no meu post sobre o curso de mergulho, mas não foi isso que me fez escrever essa homenagem.

No dia 20 de fevereiro de 2010, um conjunto de eventos climáticos causou uma mega-tempestade que passou pela ilha destruindo tudo (Presságio de 2012?). A água de 6 meses veio de uma vez, e o pior, a Ilha é basicamente formada de pedras (inclusive a praia é de pedra) e essas pedras foram carregadas com as chuvas. Uma imagem vale mais do que mil palavras (Clique nas imagens para ampliar):

É uma avenida, não um rio.

Isto também não é um rio

Isto também não é um rio.

O mar se juntou com a cidade

O Resultado

Depois da tempestade, 42 mortos e não sobrou muita coisa inteira:

Cara!! Cadê meu carro?


Não é um ferro velho.


O que os “Portugueses”  fizeram

O que me gerou essa homenagem, foi que eles não ficaram esperando ajuda da ONU, se lamentando ou culpando alguém. A principal atividade da Ilha é o turismo, então, eles pegaram vassouras pás e  reorganizaram grande parte da ilha em 3 dias.

E agora?

E-Mail de um familiar português para mim

Acreditem ou não, o Funchal está a ressuscitar, Madeirense é bem … no bom termo da palavra!Há 72 duas horas as zonas retratadas eram um perfeito desastre. Aqui não estão documentadas zonas de danos estruturais no Funchal, tão somente áreas que estavam cobertas de pedrugulhos, lamas, entulhos, animais mortos, paus, etc … que já foram removidas. Fotos desta tarde. Na imagem da rotunda ainda se vê um amontoado de terra que não deixa passar eventuais escorrimentos pontuais. Agora o contra relógio é com a previsão de chuva forte para quarta e sexta feira. As ribeiras têm que estar sem entulhos e pedras … o desafio é grande. Ajudem a difundir uma boa imagem.Então? Vão à esplanada?

Fica a mensagem: eles estão se recuperando, a vida continua e esperam que os turistas continuem visitando a Ilha, que é considerada um dos lugares mais bonitos do planeta.

Parabéns Madeirenses

Anúncios

Read Full Post »

Os nossos vícios

Por que será que tendo um objetivo claro, um plano para alcançá-lo e todos os outros recursos, muitas vezes não conseguimos?

Todo fim de ano, prometemos organizar as finanças, gastar menos dinheiro, comer melhor, parar de fumar, se exercitar, visitar aqueles parentes distantes… Toda segunda começamos regime que acabará na sexta a tarde. E como várias promessas que nos fazemos, acabamos não conseguindo cumprí-las. Por que não conseguimos??

A primeira coisa que vem na cabeça é: “Simplesmente não consigo”, e eu pergunto: “Por que?”. Uma das respostas a essa pergunta é que somos mimados e não temos comprometimento com a gente.

Quantas vezes não guardamos dinheiro, porque não sobrou nada no final do mês? Quantas vezes largamos o regime porque não resistimos aquela pizza de 4 queijos borbulhando?

Nós queremos prazer e queremos agora! Não nos importamos com o longo prazo. Você quer trocar de carro, você acredita que merece isso, e pra isso entra num financiamento de 3 anos, e abre mão de ter dinheiro para investir no seu negócio.

Como solucionar isso?

Precisamos achar a causa do problema. Por que procrastinamos, ignoramos o longo prazo e somos tão imediatistas?

O ser humano age por impulso, e todos os marqueteiros e vendedores sabem disso. Eles te obrigam a tomar decisão no momento, sem pensar, eles criam uma necessidade em você que geralmente você não tem: “Compre AGORA e ganhe 30% de desconto!”, “Você ficou ÓTIMA com essa roupa, TEM que estar levando levar ela, é a ÚLTIMA peça”, “Sundae de morango acompanha?”

Pior do que ser manipulado pelos outros, é ser manipulado por você!

“Hoje trabalhei o dia todo, então não vou arrumar o quarto: Vou ver TV”;

“Finalmente fechei aquele projeto, mereço uma roupa nova”;

“É díficil chegar em casa, sabendo que o colesterol está alto, e recusar aquele Filet à Parmegiana com fritas em cima da mesa. Mas é só hoje, no almoço amanhã (dia de lasanha), eu compenso”.

“Não posso iniciar minha empresa. E SE der errado?”;

E tem também a procrastinação! “Não posso correr porque meu tênis é ruim”, “Não posso ir a academia hoje porque está muito cheia”, “Não posso trabalhar de casa porque meu computador é ruim”. Você realmente precisa do melhor tênis pra correr? A academia é cheia ou você que vai em um horário ruim? Você precisa do melhor computador do mundo para trabalhar?

Em resumo: Somos mimados, medrosos, irresponsáveis, imediatistas, descompromissados e não pensamos. Ah!!! E mentimos para nós mesmos, afinal, você não é assim 😀

Agora, como fugir desses traço da natureza humana? Como ser mais responsável, corajoso, calculista, compromissado e metódico? Como fazer acontecer?

DEIXEM suas respostas nos comentários.

Listagem de posts

  1. Identifique a raiz dos seus problemas com o método dos 6 por ques.
  2. Utilize as barreiras ao seu favor.
  3. Compromisso público.

Read Full Post »

Mão na massa!

Agora que você já sabe o que é dominar o mundocomo será o seu velório,  e pra que serve o plano, vamos por a mão na massa.

O que são metas

Metas são estágios intermediários para atingir um objetivo, que no nosso caso seria DOMINAR O MUNDO correr atrás dos nossos sonhos. Importante lembrar que as metas devem ser tangíveis (alcançáveis), ou você vai desanimar e morrer na praia.

Exemplos:

Este ano, quero ganhar na mega-sena!

Isso não depende de você, não está em suas mãos. O máximo que você pode fazer aqui é comprar o bilhete e torcer. Portanto escolha algo como: Este ano, quero poupar 25% do dinheiro que eu ganhar e investir em algo que dê um retorno superior a inflação.

Este ano quero ficar igual ao Brad Pitt

Acorda Batoré! Metas alcançáveis, lembra? Escolha mudar de visual, ficar menos gordo mais malhado, mudar de estilo, comprar roupas mais legais… mas pra ficar menos pior do que você é igual a um sex-symbol, só nascendo de novo.

Traçando o plano

Muitos dos nossos desejos dependem apenas de nós. E são nesses pontos que devemos focar. Emagrecer, ganhar mais dinheiro, viajar, casar (talvez não com quem a gente queira hehehe), abrir o próprio negócio, passar num concurso, aprender a dançar…

Se você fez o seu obituário, já tem em mente o seu objetivo maior. Agora pare e se pergunte: “Se eu fosse perfeito, daqui 5 anos, como seria minha vida?” Quanto dinheiro quero ter no banco, aonde irei morar, trabalharei com o que,  quanto dinheiro estará investido, serei financeiramente independente, casado, com filhos, que viagens terei feito, quais objetivos profissionais, quais os objetivos pessoais (físicos e psicológicos), saberei dançar que estilos, tocarei algum instrumento… não se limite, mas não viaje. Você entendeu a idéia: Escreva tudo isso num papel ou arquivo no computador (utilizo o XMind) e guarde com o título: “Metas para os próximos 5 anos”.

Eu sugiro separar suas metas em:

  • Profissionais: trabalho, dinheiro, cursos técnicos, faculdade, certificações
  • Pessoais: viagens, cursos não técnicos (dança, música, artes, culinária), saúde, aparência, comportamento (ansiedade, ciúmes, nervoso, paciência), religião, esportes
  • Relacionamento: amigos, familiares, animais

Segunda fase

De toda essa lista que você fez, o que pode ser feito esse ano? Não exagere querendo fazer tudo, e também não deixe a lista vazia: 2/5 da lista original já está de bom tamanho. Tente balancear entre objetivos profissionais, pessoais e de relacionamento. Novamente, escreva tudo isso e guarde chamando de “Metas para este ano”.

Finalmente

Olhe as “Metas para este ano” e identifique o que pode ser feito agora? Nesse mês? Novamente seja sincero com você, não queria fazer tudo, e também não fique sem fazer nada 1/10 da lista já está bom.

Qual o segredo?

Fazer um pouquinho de cada vez, mas sempre na direção do seu objetivo. Estabeleça metas simples, precisas e mensuráveis. Se você conseguir fazer apenas uma coisa por mês, no final de 10 anos terá realizado 120 itens!

Olhe, pelo menos semanalmente (guardo a minha na carteira), para sua lista e identifique o que pode ser feito neste momento. Se comprometa com sua lista mensal, todo mês, atualize ela, corte o que já foi feito e insira novos itens. Anualmente refaça a lista anual e revise os planos dos próximos 5 anos.

“Ao estabelecer metas, você pode não alcançar tudo o que queria, mas vai descobrir que conseguiu tudo o que precisava” – Autor desconhecido

Read Full Post »

Curso de mergulho

Consegui atingir mais uma meta esse ano.

A primeira foi criar esse blog, que está sendo uma experiência muito boa:  18 dias, 4 posts, 46 comentários, 400 visitas (apenas 1 dia sem visitas). Fiz uma nova imagem do topo, com o Pink e o Tentáculo Roxo(DOTT).

Mas a meta que venho falar é sobre o curso de mergulho que eu fiz no último final de semana. Como foi dito no meu obituário, um dos meus sonhos é mergulhar no Caribe (e após essa foto, na Ilha da Madeira – Portugal), e para isso, tinha que aprender a mergulhar, e queria fazer fiz isso este ano.

É algo fascinante, sem explicação ou comparação (e isso porque mergulhei numa piscina). A sensação de estar num ambiente diferente, respirando o ar do cilindro, sem gravidade (aprendemos a controlar a flutuabilidade). Me senti um astronauta!

Em março irei fazer o check-out. É uma espécie de prova, em alto-mar, que me habilita a mergulhar oficialmente. Eu fui muito bem nos exercícios na piscina. Então, não vejo a hora de ir pro mar procurar o Nemo. Depois faço um post descrevendo isso.

Read Full Post »

Para que um plano?

O Plano Para Dominar O Mundo (PPDOM) é um levantamento dos seus objetivos. Apenas um mapa apontando a onde você quer chegar. É muito fácil gastarmos nosso tempo com coisas que não nos levam a lugar nenhum, ou então gastarmos recursos numa coisa que após um tempo desistimos ou esquecemos.

“Então não posso jogar bola com meus amigos e nem assistir novela?”

Lógico que pode, aliás deve! O que não pode é deixar de seguir seu sonho por essas coisas. O plano não te obriga a fazer nada, você não vai virar um robô, mas você tem que acreditar nele e tornar os seus desejos realidade!

Tempo é um recurso escasso, não deve ser desperdiçado dia após dia, semana após semana. Pense no seguinte: O que você vai dizer pro seu filho quando ele quiser ir pra faculdade e você não tiver dinheiro? “Olha filho o dinheiro pra te ajudar eu não tenho, mas sei o nome de todo o elenco de Caminho das  Indias, fui campeão do bairro no Counter Strike e você tem que ver minha casinha no The Sims!” Se você não viver, que histórias você vai contar pro seus netos? (Fui meio exagerado, mas você entendeu o que eu quis dizer)

Você tem que assistir os seus programas, beber, comer besteira, sair com os amigos, ficar sem fazer nada! Acredite, eu sei como as vezes precisamos ficar sem fazer nada. Mas o que eu quero dizer é que a vida não é só diversão, tem que ter tempo para tudo.

Nossa mente não é perfeita nem nossa memória, somos fracos, manipuláveis, e tomamos decisões por impulso. Por isso vale a pena escrevermos nossos objetivos e lutarmos para atingir eles. Somos acomodados  por natureza: Comer bem é fácil, é só trocar aquele chocolate delicioso por rúcula. Se exercitar é baba? É só deixar de ver TV por uma hora e ir correr na rua. Mas somos mimados, queremos o prazer agora, não pensamos longe (Instinto).

“Não adianta correr, se você estiver na direção errada. (Provérbio alemão)”

Ai as pessoas perguntam: Não é chato viver a sua vida amarrado a um plano? E eu respondo: Não estou amarrado a coisa nenhuma, o plano é um guia, um mapa, e, após alguns anos de gerência de projetos, eu aprendi que temos que deixar espaço para “imprevistos” (espaço para nós).

Mas será que ano que vem, eu vou querer a mesma coisa que hoje?

É importante ressaltar que o plano para dominar o mundo não é imutável. Estamos  sujeitos a interferências externas: Seus objetivos mudam, seu plano muda. Por isso, é necessária uma revisão periódica do plano.

Imagine que você está pilotando um avião que vai do Brasil até a França. No meio do caminho, descobre que não tem gasolina pra chegar lá, ou que a França entrou em guerra com os Estados Unidos e foi dizimada do mapa. Você ainda vai continuar no mesmo caminho?

Quando montei a primeira versão do plano, meu sonho era me aposentar aos 40 e dar a volta ao mundo em 60 dias (daqui que veio o nome do plano) e me tornar um empresário. Hoje, quero PODER me aposentar aos 45, fazer várias viagens pelo mundo, ter e cuidar da minha família.

O plano muda, mas como são muitos objetivos, a mudança dificilmente é desastrosa. O importante é que você está indo na direção dos seus objetivos. Um dia você chega lá!

A seguir, como traçar o plano, e ter força para executá-lo.

Read Full Post »

Me responda uma coisa: Você é livre?

Você pode se dar ao luxo de decidir não ir trabalhar amanhã? Você pode pegar sua família e ir morar em… Istambul? Você pode correr atrás dos seus sonhos? Você pode ser músico, palestrante ou atleta? Daqui um ano, você tem certeza absoluta que poderá passar 30 dias de férias na Austrália? Esse mês, você conseguirá chegar no horário em casa todos os dias para aproveitar o que realmente importa? (Você).

Não estou perguntando se você QUER fazer essas coisas ou se é o melhor a ser feito, estou questionando se você PODE fazer essas escolhas. Se respondeu “sim” a maioria dessas perguntas, você tem muita sorte e é, pelo menos relativamente, livre.

Estamos aprisionados nessa vida moderna, TEMOS que ir trabalhar, TEMOS obrigações, TEMOS contas pra pagar, TEMOS que nos atualizar, as pessoas TEM que fazer tantas coisas que não conseguem cuidar de si mesmas. Elas são obrigadas a viver assim, e quase nunca percebem. O mundo domina elas, elas estão presas nesse ciclo.

Dominar o mundo é ser livre, é conseguir sair dessa armadilha, é gastar seu tempo com você, controlar o seu destino, é viver para fazer o que gosta, é ter segurança, é estar confortável consigo mesmo.

O mundo é, no mínimo,  injusto. Enquanto somos novos, e queremos nos divertir, cuidar da família, viajar, temos que “ganhar a vida”. Quando envelhecemos, nossos filhos estão adultos,  os amigos distantes e aquele pique não existe mais, dizem que estamos livre para aproveitar a vida. (Nada contra a terceira idade, mas eu quero que a minha “terceira idade” chegue mais cedo)

“Mas eu posso viajar nas férias e eu chego em casa no horário.”

Você chega em casa no horário? A maioria das pessoas que realmente quer subir na carreira, fazer o empreendimento dar certo ou pelo menos manter o ganha pão com mais certeza, não consegue.

Quando você estiver 60 anos, o mercado vai ter espaço pra você?

Você vai viajar nas férias e tem certeza que terá um emprego quando voltar? Seu emprego está seguro pelos próximos 36 meses, ou você pode ficar 36 meses sem ganhar dinheiro e mantendo seu padrão de vida? Quanto tempo você consegue manter seu padrão de vida, sem trabalhar?

O conceito de riqueza, para mim (e para Robert Kiyosaki: Pai Rico, Pai Pobre), é ligado a quanto tempo eu posso manter meu padrão de vida sem trabalhar, quanto tempo eu posso fazer o que eu quero, ao invés do que os outros querem? Mesmo que o que você queira seja montar o seu negócio, dar palestras, dar aula… Quanto tempo você pode passar correndo atrás do seu sonho, ao invés de correr atrás do sonho dos outros?

Dominar o mundo é mais do que ser financeiramente independente, é poder gastar o seu tempo da maneira que VOCÊ quiser. É ter o direito de escolher e é óbvio que não depender do dinheiro, ou de qualquer outra coisa,  ajuda. Mas o objetivo final, é ser feliz e realizado.

Em breve: RESPOSTAS

Read Full Post »